Book Haul – Black Friday

Todos sabemos que a Black Friday por aqui não é tão vantajosa assim, né? No meu caso, eu só aproveito pra comprar livros, já que a Saraiva (não digo Submarino porque o frete estava absurdo, não compensava comprar um livro de 30 reais e pagar 20 só pra entregar:\ #decepção) estava com preços razoáveis e, no fim das contas, nem paguei frete – o que é ótimo, uma vez que eu costumava pedir pra entregarem na Mega Store daqui, mas o site tirou essa opção. Achei revoltante.

Então, comprei três livros, os quais estavam na minha wishlist há um tempinho :p

BeFunky_DSC00447.jpgA lista de Brett – *Os Miseráveis* ❤ – 1 página de cada vez

1) A lista de Brett – Lori Nelson Spielman

“Brett Bohlinger parece ter tudo na vida – um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe. Seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência.”  

364 páginas – I.S.B.N. 9788576862390

DSC00444~Olaf foi meu modelo fotográfico por hoje~

Comprei porque adorei a sinopse, a capa e algumas resenhas que vi por aí. Não saiu nem por 20 dilmas, achei ótimo! *-* Farei resenha assim que terminar de ler. 🙂

2) Uma página de cada vez – Adam J. Kurtz

Não tem sinopse, uma vez que se trata de um livro “interativo”, ou seja, o próprio leitor que o escreve 🙂 

368 páginas – I.S.B.N. 9788565530699

DSC00442

Não acho que seja um livro tão necessário à minha coleção, mas acho interessante a proposta dele. As “tarefas”  são bem menos absurdas que as do “Destrua esse diário”. Não tem, por exemplo, algo do tipo “cole chiclete neste livro”, o que é meio sem noção e não serve pra nada, só pra fazer lambança no livro. No ‘1 página de cada vez’, são ações bem mais úteis, como se fosse um diário mesmo, com ‘colar fotos’, ‘fazer cartas para você mesmo no futuro’… Acho que realmente estimula a criatividade e serve como um passatempo. 🙂

3) Os Miseráveis – Victor Hugo

1115 páginas – I.S.B.N. 9788544000007

DSC00453

BeFunky_null_1.jpg3Olaf loves Les Mis

DSC00450

DSC00452

Who am i? 24601!

Me empolguei fotografando esse livro!! Ele é muito lindo! Há muito eu procurava uma edição que valesse a pena de Os Miseráveis, mas meu medo era, principalmente, a tradução. Pesquisei bastante em canais literários e sempre indicavam a edição da Cosac Naify (esta aqui!), traduzida por Frederico Ozanam Pessoa de Barros. Eu já estava super certa da minha escolha, até porque eu adoro a editora. Mas me desencantei, gente. Os livros são bem pequenos (livroS porque a Cosac Naify dividiu em duas partes, aí vende o box), o que significa, óbvio, letras minúsculas. Sem falar que eu achei a capa bem mais ou menos, parece ser daquelas que ficam amassando no meio, à medida que você lê. O meu sonho era que eles relançassem uma edição comemorativa maravilhosa que fizeram em 2012, se não me engano ( essa aqui, ó) 😦

Até que me deparei com esse livro lindo aí que está ilustrando as fotos! Ele é da Martin Claret. Capa dura e com uma arte incrível, folhas amareladas, sem ser “de bíblia”.  Como estava super em conta na Black Friday, comprei ( < de 50 dilmas). Assim, não vi muitas opiniões a respeito da tradução, porque a maioria se restringe a elogiar a estética da edição. Mas estou otimista! Depois farei posts mais detalhados, à medida que eu for lendo a obra. Como é bem extensa, creio que fique melhor resenhar aos poucos. #foconaleitura 🙂

DSC00451

BeFunky_null_1.jpg

Enfim, foram essas as minhas aquisições da Black Friday. Poucas e amadas 🙂 Não estou aqui pra incentivar o consumismo ou algo do tipo, viu? kkk Mas acho super válido postagens com dicas de compras, sobretudo de livros e coisinhas diferentes. 😉

Bises!

Anúncios

5 canais de covers para seguir no YouTube <3

Snoopy_Radio_White_Shirt

(Primeiro post nada a ver, mas foi o que deu vontade de fazer :p ) 

Sempre gostei de procurar diferentes versões feitas por pessoas aleatórias do YouTube. (Algumas são melhores que as originais, na minha opinião :p) Sou assim, gosto de uma música, baixo em todos os áudios possíveis e vou alternando pra não enjoar (só não vale colocar como despertador, aí já é jogo baixo haha).

Enfim, aqui estão alguns dos canais que acompanho =) :

1) Pentatonix

Esse é bem conhecido já. A realidade é que eles são o máximo! Não usam instrumentos e as cinco vozes são muito lindas.  Acho difícil superar a Lorde ❤ cantando Royals, mas a versão deles ficou demais:

2) Walk of the Earth

A banda canadense ganha no quesito fofura. A voz da cantora é muito doce e combina muito com o estilo -alternativo- deles. ❤

3) Kina Grannis

Voz de fada, apenas. Muito linda *-* Descobri por acaso, quando assistia a um vlog no qual a Youtuber colocou uma versão da Kina como fundo musical do vídeo… E mais um cover da Lorde, porque sim:

4)Peter Hollens

Não tem como não admirar. Ele não usa instrumentos, apenas a voz! O resultado fica incrível! É até difícil acreditar que a voz (e habilidade de edição de vídeos, diga-se de passagem) seja capaz disso. Foi difícil escolher um só pra colocar aqui no post hahaha mas aqui vai a versão maravilhosa de Misty Mountains (oi, Bilbo?):

5)Alex G

Descobri o canal dela por meio do anterior (nesse vídeo aqui!). Pra quem gosta de pop, é ótimo!

.

That’s all folks!

bisous. ❤

Let the music take your mind. Just release and you will find. (trecho da música Cruisin)

O nascimento.

Provavelmente quase ninguém lerá esse post, o que significa que é mais um diário – o meu diário. Mas já não adianta mais tentar postergar, postergar e postergar um plano com a desculpa de “não vou ter tempo pra isso ou aquilo”. Sempre vai ficar faltando alguma coisa. E sempre vai martelar dentro da cabeça “por que eu não fiz isso antes?”. É assim com um blog.

Não, não faço jornalismo. Nem estilismo e moda. Sou estudante de Direito, o que é meio nada a ver diante do que pretendo postar por aqui. Mas a gente não quer só lei, né? A gente quer lei, comida, diversão e arte! hahaha

Já tive outros blogs e -nenhum- foi pra frente. Espero, de coração, que isso não aconteça com este. E não é uma promessa, porque não gosto de criar expectativas. É uma meta: tentarei fazer o meu melhor e conciliar esta partezinha de mim com todas as outras que me exigem muito mais. Aqui vai ser minha válvula de escape. Assim espero. 🙂

Enfim, é isso. Não sei mexer em quase nada, então vai ser tudo  bem “marromeeeno”, por enquanto! ahahahaha Mas vou melhorando aos poucos, tudo tem seu tempo.

Bisous.

Isso de ser exatamente o que se é ainda vai nos levar além. (Paulo Leminski)